BIOgrafia

Não acredito em vida antes da vida. Até 1972 eu não existia. Não era tão ruim assim. É o que me consola quanto ao porvir. Enquanto isso vou contar o que ando fazendo por aqui. Estudei em escola pública. Em 1989 venci concurso de crônicas da comunidade, na zona norte de Porto Alegre. Naquela época não havia celular nem e-mail e perdi o dia de assinar contrato para publicação. Fiquei de fora. Mostrei o diplominha pra prof. de português e ela quis saber onde estava aquele escritor em sala de aula. PQP! Vou pular outros momentos de diversão. Fiz graduação e mestrado em História na UFRGS. Lecionei em Ensino Médio e na FURG. Ah, não gostei. Então, prestei concurso e virei funcionário público, sonho de minha mãe. Baita sorte! Entre uma carimbada e outra de burocracia escrevi um livro contando os 200 Anos de História da Alfândega de Porto Alegre (2007). Premiei alguns contos que foram publicados em antologias literárias. Morando em Pelotas/RS desde 2009, colaborei (mais ou menos) para o jornal Diário Popular. Às vezes escrevo alguma opinião e mando para o Sul21 e eles sabe-se lá porque publicam.
E outras coisas.
Continua...