19 de set de 2013

Bárbaro!

Não parece mais simples admitir logo o lado marginal, chinelão e pária do gaudério histórico como fazem os orientales? No RS a mitificação suplantou suas origens mais rudes e criou um gaúcho pasteurizado que oscila algo entre o Tarcisão e o Ivon Curi, passando, é claro, pelo Thiago Lacerda. Até quando vai essa novela do vale a pena ver de novo em cada 20 de setembro?

Nenhum comentário: