10 de ago de 2013

Tipo... as batatas

Tava num restaurante de Pelotas. Desses bem metidos, em que metade do cardápio não fazem mais e a outra metade tem, mas acabou. Pedi batatas fritas com casca, especialidade da casa. Disseram que aquele prato estava suspenso. Como assim? Ante a frustração, fui embora. Não me dei por vencido. Parti pra outro estabelecimento cultzinho da city. Sentei, trouxeram a carta. Montão de texto aleatoriamente distribuído. Pensei, aqui acho rango certo. A gurizada
Ilustração de D.G. Davis, nanquim e guache.
na mesa ao lado batia um papo daqueles tipo potato head em que se fala muito sem dizer nada. Tipo Lorem Ipsum. Pedi o prato do dia e acabara também. Croquete de soja? Não tinha. Sanduíche? Estavam sem pão. E o pessoalzinho seguia chateando ao vivo sem parar com suas frases de 140 caracteres em meias palavras. Empada sem carne? Também não. Talvez até estivessem realmente trocando alguma informação, mas aquilo de usar a palavra “tipo” sem sentido algum pra iniciar cada frase me deixava ainda mais embrulhado e com vontade de sair logo dali.
O Lorem Ipsum é um texto padrão da indústria tipográfica. É usado como modelo para testes de editoração ou impressão desde o surgimento da prensa de Gutenberg nos 1500. Serve para encher linguiça de letrinhas para avaliar a distribuição gráfica antes de usar o escrito quente que será impresso. As palavras de diversos tamanhos fazem parecer que se está diante de um texto real. E os tipos móveis da outra mesa continuavam voando até meus ouvidos por mais que eu os tentasse evitar com pensamentos aleatórios sobre o vazio em meu estômago.
O texto do Lorem tem origem numa peça da literatura latina, Finibus Bonorum et Malorum (Os Extremos do Bem e do Mal) escrito por Cícero em 45 a.C. Pedi qualquer coisa de origem não animal e o rapaz foi verificar na cozinha.
O palavrório latino sempre começa com “Lorem ipsum dolor sit amet”, que não tenho ideia do que seja, ninguém tem, pois suas letras estão misturadas e as palavras cortadas. Ao preencher espaços com um texto que não se compreende evita-se desviar a atenção da forma para o conteúdo. Concluí que não teria tempo de procurar outro restaurante. Que se não resolvesse ali o meu problema da falta de alimentos ficaria sem almoço.
Os referidos parágrafos fracionados de sentido alcançaram a era da informática e hoje são incluídos no recheio por softwares de diagramação ou por sites geradores. Nestes, você escolhe o número de palavras e clica em gerar para ver surgir o conteúdo sem conteúdo à sua frente. Recurso semelhante, porém em português é oferecido pelo aplicativo online “gerador de lero-lero” incorporado em diversos blogues. Nele logo após escolher o número de parágrafos é criado automaticamente um texto prolixo que explica tudo sem dizer coisa alguma.
Da mesa ao lado, ouvi uma das meninas sugerir que usassem o tal programa aquele e perdi o fim de sua frase. Um dos guris perguntou, “tipo lorem ipsum?” Foi a primeira vez que ouvi falar naquilo. O garçom voltando da cozinha então me disse que tinha umas batatas e que podia fritar.
“Tipo..., se o senhor quiser”.

Nenhum comentário: