18 de abr de 2010

Desaforismo


Licença Pó-Ética

De poeta e farsante todos temos bastante.


Um comentário:

Carmélia Cândida disse...

Oi, Márcio!
Amei o seu blog! Muito interessantes os seus textos. Adorei os desaforismos. Vou colocá-lo no meu blog entre os favoritos.
Convido-o a fazer-me também uma visita: carmeliacandida.blog.terra.com.br
Um abraço!