13 de nov de 2008

Cada cabeça...




Tenho raspado a cabeça toda semana. O barbeiro sempre pergunta com o espelho ventilando atrás: - E, aí? Que tal? E eu sempre respondo igual: -Ficou horrível, semana que vem eu volto.



Hoje me dirigia para a Oficina de Escrita da Valesca de Assis, na Feira do Livro, logo atrás, um grupo de meninas. Gritedo próprio da excitação dos bandos. Uma delas largou. - Que cabecinha, hein?!
Não me contive: - se por fora é assim, tu imagina por dentro... hehehe.
Riram.
Cada cabeça uma sentença.

Um comentário:

Anônimo disse...

Já pensou se o profeta Elias tivesse conseguido lidar com tal lhaneza com os meninos que complicaram com sua cabeça alisada?
Marciane Faes